IX Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft)


O Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft) é um evento anual promovido pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), com a intenção de promover e incentivar a troca de experiências entre as comunidades científica, acadêmica e profissional sobre as mais recentes pesquisas, tendências e inovações – práticas e teóricas – na área de software. Realizado desde 2010, o evento tornou-se um dos principais eventos da comunidade científica brasileira de computação, e a cada ano tem crescido em número de submissões de trabalhos científicos e participantes.

O CBSoft 2018 integra quatro eventos tradicionais organizados pela comunidade brasileira de desenvolvimento de software. São eles:

XXXII Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software (SBES 2018)
XXII Simpósio Brasileiro de Linguagens de Programação (SBLP 2018)
XII Simpósio Brasileiro de Componentes, Arquiteturas e Reutilização de Software (SBCARS 2018)
III Simpósio Brasileiro de Teste de Software Sistemático e Automatizado (SAST 2018)

A programação do evento inclui sessões técnicas, palestras nacionais e internacionais, painéis, tutoriais e minicursos. Em 2019, a 9ª edição do CBSoft será realizada em São Carlos/SP, considerada a capital nacional da tecnologia (Lei N. 20504, 2011). A responsabilidade de organização do evento será do Instituto de Ciências Matemática e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC/USP), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e do Instituto Federal de São Paulo em São Carlos (IFSP/São Carlos).

Esperamos todos em São Carlos, entre 17 e 21 de Setembro de 2018!
Elisa, Rosana, Valter, Auri, Daniel, and Lucas.

Organização

Chairs

  • Elisa Yumi Nakagawa (ICMC/USP)
  • Rosana Vaccare Braga (ICMC/USP)
  • Valter Vieira de Camargo (DC/UFScar)
  • Auri Marcelo Rizzo Vincenzi (DC/UFScar)
  • Daniel Lucrédio (DC/UFScar)
  • Lucas Bueno Ruas de Oliveira (IFSP/São Carlos)

Comitê Diretivo do CBSoft 2017-2018:

  • Fernando Trinta (UFC) (Organizador CBSoft 2017) President
  • Marum Simão Filho (UNI7) (Organizador CBSoft 2017)
  • Rossana Andrade (UFC) (Organizador CBSoft 2017)
  • Elisa Yumi Nakagawa (ICMC/USP) (Organizador CBSoft 2018)
  • Rosana Braga (ICMC/USP) (Organizador CBSoft 2018)
  • Auri Vincenzi (DC/UFSCar) (Organizador CBSoft 2018)
  • Valter Vieira de Camargo (DC/UFSCAR) (Organizador CBSoft 2018)
  • Daniel Lucrédio (DC/UFSCar) (Organizador CBSoft 2018)
  • Lucas Oliveira (IFSP) (Organizador CBSoft 2018)
  • José Carlos Maldonado (ICMC/USP) (Coordenador CEES e SBES 2017)
  • Fabiano Cutigi Ferrari (DC/UFSCar) (Coordenador CEES e SBES 2017)
  • Fabio Mascarenhas (UFRJ) (Coordenador CELP e SBLP 2017)
  • Uirá Kulesza (UFRN) (Coordenador SBES 2018)
  • Carlos Camarão (UFMG) (Coordenador SBLP 2018)
  • Márcio Ribeiro (UFAL) (Coordenador SBCARS 2017)
  • Ingrid Nunes (UFRGS) (Coordenador SBCARS 2018)
  • Arilo Dias Neto (UFAM) (Coordenador SAST 2017)
  • Patricia Machado (UFCG) (Coordenador SAST 2017)
  • Guilherme Horta Travassos (COPPE/UFRJ) (Coordenador SAST 2018)
  • Avelino Francisco Zorzo (PUC-RS) (Coordenador SAST 2018)

Web

  • Lina Garcés (ICMC/USP)
  • Tiago Volpato (ICMC/USP)
  • Ana Allian (ICMC/USP)
  • Warteruzannan Soyer Cunha (DC/UFSCar)
  • Jonathan da Silva (IFSP/São Carlos)
  • Thiago Luiz Varella (IFSP/São Carlos)

Registro

Mais informações em breve.

Proceedings

Mais informações em breve.

Trilha da Indústria

A trilha da Indústria visa fomentar discussões sobre as possibilidades de cooperação academia-indústria-governo. Os principais objetivos são: melhorar as condições de pesquisa, desenvolvimento e inovação; promover a formação de profissionais qualificados, de forma integrada; fomentar o uso de técnicas avançadas de engenharia de software na indústria e no governo. Logo, a Trilha da Indústria favorece a transferência tecnológica e o uso efetivo de resultados de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Portanto, a Trilha da Indústria é um momento para profissionais de engenharia de software e sistemas de informação compartilharem seus conhecimentos e experiências com o público do CBSoft, constituindo uma excelente oportunidade para estabelecer cooperações entre profissionais e empresas, bem como estimular a interação entre academia e indústria. A cooperação academia-empresa tem sido um dos requisitos de editais de chamadas a projetos, como as do Programa INCTs (operacionalizado no CNPq) e dos CEPIDs - Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (FAPESP). Além disso, diversos institutos de inovação (públicos e privados) visam executar projetos relacionados à pesquisa e desenvolvimento, com o envolvimento da academia.

Em 2018, a programação da Trilha da Indústria será composta de palestras, discussões, relatos de experiências e painéis focados nos reflexos da adoção da Engenharia de Software na qualidade de processos e produtos de software desenvolvidos na indústria e no governo.

Datas Importantes

- Submissão para o programa de mentoria: 4 de junho de 2018 11 de junho de 2018 até as 23h59min (horário de Brasília)
- Submissão da proposta: 4 de julho de 2018 11 de julho de 2018 até as 23h59min (horário de Brasília)
- Notificação aos autores: 12 de agosto de 2018 19 de agosto de 2018
- Versão final: 19 de agosto de 2018 26 de agosto de 2018 até as 23h59min (horário de Brasília)

Tópicos de Interesse

Trabalhos que envolvam aplicações práticas e inovadoras de Engenharia de Software, que resolvam problemas reais de e no Mercado, especialmente as que tenham alto potencial de replicação em outros ambientes. Exemplos de tópicos relevantes incluem (mas não se limitam a):

- Arquitetura de Software e Arquitetura Orientada a Serviço (SOA)
- Arquiteturas Serverless
- Business Process Management (BPM) e Business Process Modeling
- Computação em Grade e Virtualização
- Computação nas Nuvens
- Computação Verde e Sustentabilidade
- Desenvolvimento com Equipes Distribuídas
- Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis e IoT
- Design e Implementação de Microsserviços
- Design e Gerência de APIs
- DevOps, Conteinerização e Continuous Delivery
- Engenharia de Requisitos
- End User Development
- Gerência de Desempenho e Disponibilidade de Aplicações
- Gerência de Projetos de Software
- Integração Contínua
- Linhas de Produto de Software e Reuso
- Redes de Colaboração
- Segurança de Aplicações
- Sistemas Reativos e Event-Driven Architecture (EDA)
- Técnicas de Programação e Design Patterns
- Técnicas e Metodologias Ágeis
- Tecnologias e Arcabouços para Desenvolvimento de Sistemas
- Testes e Controle de Qualidade de Software
- Usabilidade de Aplicações (UX)
- Uso de Bancos NoSQL, Machine Learning e Técnicas de IA

Regras de Submissão

Submeta seu relato de experiência em Engenharia de Software (original e não publicado) e compartilhe seu conhecimento e práticas com a comunidade brasileira de software. Para isso, elabore um relatório curto (6-8 páginas), em formato PDF e envie pelo sistema de submissões da SBC, utilizando o template da SBC para formatar o relatório.

Sistema de submissões da SBC: https://jems.sbc.org.br/home.cgi?c=3046.

Template SBC para os artigos: https://tinyurl.com/h24v37f.

Sua submissão deve conter:
- Título: Escolha um título claro, conciso e que capture a essência do seu trabalho;
- Resumo: Deixe claro a relevância e contribuição do seu trabalho, para isso contextualize o problema, a estratégia, metodologias, práticas ou tecnologias adotadas, os desafios enfrentados, os resultados alcançados e as lições aprendidas. Informe os benefícios e os conhecimentos principais que os participantes irão obter. Apresente também um sumário dos tópicos que serão abordados. Este sumário pode ser a “agenda” da sua apresentação;
- Audiência: Informe que tipo de profissional mais se beneficiaria da sua apresentação. Exemplos: desenvolvedores mais ou menos experientes, gerentes de projeto, analistas de requisitos, arquitetos de software, testadores, professores. Indique aqui também se há pré-requisitos de conhecimento técnico para a sua apresentação. Indique também possibilidades de cooperação academia-empresa;
- Breve biografia: Para cada autor, indique sua formação, experiência profissional e afiliação atual. Se existir, informe a URL da página com informações profissionais. Por favor informe experiências prévias como palestrante/painelista.


Programa de Mentoria

Autores que queiram ajuda na elaboração do Relato de Experiência para a Trilha da Indústria, podem solicitar a participação no programa de mentoria. A organização definirá um ou mais membros do Comitê Técnico de Revisão para realizar uma avaliação preliminar do trabalho e dar feedback, de forma contínua, antes da data limite de submissão, aumentando as chances de autores menos experientes.

Verifique a data limite para solicitar e participar da mentoria na seção Datas Importantes. Nós recomendamos que a solicitação seja realizada o mais breve possível, visto que o número de Relatos de Experiência a receberem mentoria é limitado e a distribuição será realizada em ordem de chegada.

ATENÇÃO: para participar deste programa de mentoria nenhum dos autores deve ter publicações anteriores na Trilha da Indústria ou em outra conferência internacional de prestígio da área. A solicitação será realizada exclusivamente pelo e-mail gold@ime.usp.br com o assunto "Trilha da Indústria 2018 - Participação na mentoria". Você deve incluir no corpo do e-mail o título do trabalho, a lista completa de autores e uma prévia do resumo.

Informações Importantes

- Os relatos de experiência submetidos serão avaliados e selecionados pelo Comitê Técnico da Trilha da Indústria do CBSoft 2018;
- Os autores dos relatos de experiência selecionados deverão fazer sua inscrição no CBSoft 2018 para participarem do evento;
- Os autores terão à sua disposição um computador e um projetor. Caso necessite de outros recursos, indique-os durante a submissão;
- Os relatos aceitos terão seus resumos publicados nos anais que serão distribuídos aos participantes do CBSoft 2018. As versões finais das apresentações serão disponibilizadas no website do evento depois de sua realização;
- Os autores de relatos aprovados deverão apresentar os resultados ao público;
- Palestras convidadas poderão integrar a programação da Trilha da Indústria, além dos relatos de experiência selecionados por meio desta chamada de propostas;
- O Comitê de Organização será o responsável pela definição da programação contendo os painéis de debates, os relatos de experiências aprovados e palestras com convidados, os quais serão líderes reconhecidos em suas áreas de atuação;
- Para mais informações, contate o Comitê de Organização através do e-mail (gold@ime.usp.br)

Comitê Técnico de Revisão

Adenilso Simao - ICMC-USP
Alexandre Gomes - UnB
Anderson Silva - ACCENTURE
Avelino Zorzo - PUCRS
Bernardo Estácio - Farfetch
Cecilia Rubira - UNICAMP
Claudia Melo - UnB
Cláudia Piovesan Macedo - CPqD
Dairton Bassi - Agile Trends
Daniel Lucrédio - UFSCar
Daniel Takabayashi - B2W Digital
Danilo Sato - ThoughtWorks
Denise Bombonatti - IBM
Eduardo Figueiredo - UFMG
Eduardo Luís Garcia Escovar - EMBRAER
Eduardo Guerra - INPE
Elis Cristina Montoro Hernandes - Monitora Soluções Tecnológicas
Fabiano Ferrari - UFSCar
Felyppe Rodrigues - TFG Co.
Fernando Trinta - UFC
Gleison Santos - Unirio
Graziela Simone Tonin - UFFS
Guilherme Travassos - COPPE/UFRJ
Higor Souza - IME-USP
Igor Steinmacher - UTFPR
Ioram Sette - CESAR
Johnny Marques - EMBRAER/Faculdade Anhanguera de Taubaté
José Maldonado - ICMC-USP
Leandro M. Nascimento - UFRPE
Leonardo Neves - Snapchat Inc
Manoel Mendonça - UFBA
Marcel Simonette - USP
Marden Neubert - UOL PagSeguro
Maria Istela Cagnin - UFMS
Maurício Aniche - Delft University of Technology
Paulo Silveira - Caelum
Rafael Barcelos - Microsoft
Raul Wazlawick - UFSC
Ricardo Britto - Ericsson / Blekinge Institute of Technology
Ricardo Vieira - ITA
Roberto Rigolin F Lopes - Fraunhofer FKIE
Rossana Maria de Castro Andrade - UFC
Sergio Soares - UFPE
Tayana Conte - UFAM
Verônica Vaz - Inoa Sistemas
Vinicius Garcia - UFPE
Viviane Santos - UFPA
Yguaratã Cavalcanti - SERPRO
Organização
Alfredo Goldman - IME/USP

Apoio
Thatiane de Oliveira Rosa - IFTO

Convidados

Joseph W. Yoder (The Refactory, inc - EUA)


Joseph Yoder é o fundador e diretor da The Refactory, Inc., uma empresa focada em prover treinamento, tutoria e consultoria em arquitetura de software, projeto, implementação, consultoria e outras facetas do desenvolvimento de software. Joe é especialista em arquitetura, análise e projeto nas seguintes áreas: C#/.NET; Java; Smalltalk; Padrões; Métodos Ágeis; Teste; Sistemas Adaptativos; Refatoração; Reúso e Frameworks. Joe já apresentou diversas palestras, tutoriais, workshops, bem como publicou artigos em conferencias internacionais. É um autor reconhecido, tendo publicado algumas dúzias de artigos, incluindo o padrão Big Ball of Mud, que revela diversas falácias na abordagem de Arquitetura de Software. Adicionalmente, Joe treinou e orientou desenvolvedores em diversos tipos de aplicações de software.

Joseph W. Yoder iniciou seus trabalhos no grupo de pesquisa em Arquitetura de Software e Padrões da Universidade de Illinois. Trabalhou em diversos projetos durante sua carreira que lhe agregaram conhecimentos em diversas tecnologias, desde aplicações isoladas a aplicações cliente-servidor, aplicações web, serviços web, computação em nuvem, arquitetura orientada a serviços, multi-camadas, várias bases de dados, orientatação a objetos, frameworks, interação humano-computador, ambientes colaborativos e linguagens visuais específicas de domínio. Seus projetos envolveram diversos domínios, incluindo sistemas de informação para medicina, encomendas, importação, cobrança, impressão, gerenciamento de estoque, manufatura, exames médicos, análise estatística, planejamento de cenários, bases de dados relacionais cliente-servidor para sistemas de controle de especificações compartilhadas em um ambiente multiusuário, sistema de faturamento em telecomunicações, tomadas de decisão em negócios e médicas.

Título: Microservices for Agility: "Advantages and Challenges"
Resumo: As systems become more complex, teams can become burdened with technical debt and other architectural challenges which slows down development; ultimately not being as agile and as nimble as desired. Therefore, good agile teams need to address both people and technical skills. The proper application of the Microservices architectural style as a distributed and reactive architecture can assist teams to adapt and evolve to changing requirements at a good pace. This talk will present how the proper application of the Microservices architectural style along with agile practices can enable teams to evolve systems reliably and at a good pace, maintaining the overall goals of agility during a rapid growth period. This talk will also present technical, cultural and procedural challenges along with advantages and tradeoffs of the Microservices architectural style.

Dirk Riehle (Friedrich-Alexander University Erlangen-Nürnberg)


Prof. Dr. Dirk Riehle, M.B.A., é o professor de software open source na Friedrich-Alexander University of Erlangen-Nürnberg. Antes de entrar para academia, Riehle liderou o Open Source Research Group na SAP Labs em Palo Alto, Califórnia (Vale do Silício). Riehle fundou o Open Symposium, agora The International Conference on Open Collaboration. Foi também arquiteto líder da primeira máquina virtual UML. Possui interesse por Engenharia de Software voltada ao desenvolvimento open source e inner source, métodos ágeis de desenvolvimento de software, ciência da complexidade e colaboração humana, arquitetura, projeto e implementação de sistemas de software. É doutor em Ciência da Computação pela ETH Zürich e M.B.A. pela Stanford Graduate School of Business. Prof. Riehle pode ser contatado por e-mail em dirk@riehle.org, blog e tweets em @dirkriehle.

Título: Why Industry Will Want to Finance your Software Engineering Research"
Resumo: A subset of our research is almost completely industry-funded, and yet it is delivering high- quality publications. This research is based on what we call “the handbook method” (lacking a better term for now). Using this method, Ph.D. students first perform theory-building research using qualitative methods, which generates a handbook (the theory), and then evaluate the theory using evaluation case studies with industry partners, in which they apply the handbook. In this talk, I will explain the method using open source governance in companies as the example.

Tutoriais

Interessado em apresentar um tutorial no Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft 2018)?

O CBSoft é o maior evento de Desenvolvimento de Software realizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), com o objetivo de promover e encorajar o intercâmbio de experiências entre as comunidades científica, acadêmica e profissional sobre as últimas pesquisas, tendências e inovações em software. O CBSoft integra quatro eventos tradicionais organizados pela comunidade brasileira de desenvolvimento de software:

[SBES 2018] XXXII Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software
[SBLP 2018] XXII Simpósio Brasileiro de Linguagens de Programação
[SBCARS 2018] XII Simpósio Brasileiro de Componentes, Arquiteturas e Reutilização de Software
[SAST 2018] III Simpósio Brasileiro de Teste de Software Sistemático e Automatizado

Todos os anos, o CBSoft oferece tutoriais relacionados às áreas de Engenharia de Software ou Linguagens de Programação para os participantes.

Tutoriais são cursos de curta duração sobre:

- Um tópico de pesquisa ou tecnologia atual e/ou inovador(a) que possibilite ao ouvinte aprender sobre um novo assunto; ou

- Métodos de pesquisa ou abordagens de apoio à pesquisa de diferentes tópicos, aumentando o conhecimento sobre métodos de pesquisa tanto para alunos avançados de graduação e pós-graduação, quanto para outros pesquisadores.

Os tutoriais terão três horas de duração e são divididos em duas seções de uma hora e meia.

Diretrizes de Submissão

As propostas devem ter no máximo duas páginas e conter:

1 - Título do tutorial;
2 - Apresentação (síntese da importância do tema em questão);
3 - Esquema de tópicos do tutorial (outline);
4 - Biografia dos autores (apresentar cada autor brevemente);
5 - Audiência (pode ser de mais de um dos simpósios)
– SBES – Engenharia de Software em geral
– SBLP – Linguagens de programação
– SBCARS – Componentes, Arquiteturas e Reutilização
– SAST – Testes de Software
6 - Público-alvo (especificar o público-alvo e sinalizar porque o tutorial proposto poderia atrair a atenção desse público. Explicitar e justificar possíveis pré-requisitos)
7 - Necessidades especiais (exceto computador e projetor)

Um apresentador de cada tutorial será isento da inscrição no CBSoft, além de receber duas diárias. Outros tipos de auxílio serão avaliados com a Comissão Organizadora e dependerão da disponibilidade de recursos.

Os autores devem efetuar suas submissões eletronicamente, em formato PDF, via Sistema JEMS

Deadline para submissão: 04/05/2018 Novo! 07/05/2018

Notificação: 08/06/2018

Dúvidas podem ser enviadas para a coordenadora de tutoriais:
- Tayana Conte (tayana@icomp.ufam.edu.br)

Tutoriais Aceitos Novo!

  • Blockchain & Smart Contract Crash Course
  • Henrique Rocha (Inria Lille - Nord Europe)

  • Pesquisas Qualitativas usando Grounded Theory
  • Cleidson de Souza (UFPA)
    Igor Steinmacher (UTFPR)
    Rafael Prikladnicki (PUCRS)

  • Cognição Distribuída em Engenharia de Software: investigando comunicação e colaboração em equipes de desenvolvimento de software
  • Luciana Zaina (UFSCAR)

  • Software Crowdsourcing: A Força da Multidão para o Desenvolvimento de Software
  • Leticia Machado (UFPA)
    Ricardo Melo (UFPA)
    Cleidson de Souza (UFPA)
    Sabrina Marczak (PUCRS)
    Rafael Prikladnicki (PUCRS)

  • Arquiteturas de Software Dinâmicas: Fundamentos, Especificação e Verificação
  • Everton Cavalcante (UFRN)
    Thais Vasconcelos Batista (UFRN)

Workshops

O IX Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft 2018) será realizado de 17 a 21 de Setembro de 2018 em São Carlos, São Paulo. O CBSoft é um dos principais eventos realizados anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação, com a intenção de promover e incentivar a troca de experiências entre as comunidades científica, acadêmica e profissional sobre as mais recentes pesquisas, tendências e inovações – práticas e teóricas – na área de software.

A programação do CBSoft integra quatro eventos tradicionais organizados pela comunidade brasileira de desenvolvimento de software:

[SBES 2018] XXXII Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software
[SBLP 2018] XXII Simpósio Brasileiro de Linguagens de Programação
[SBCARS 2018] XII Simpósio Brasileiro de Componentes, Arquiteturas e Reutilização de Software
[SAST 2018] III Simpósio Brasileiro de Teste de Software Sistemático e Automatizado

Em paralelo, o CBSoft inclui diversos workshops relacionados às temáticas desses eventos. O objetivo é criar um espaço para que membros da academia e da indústria possam trocar e discutir suas experiências e ideias.

Workshops Aceitos

VEM (Workshop de Visualização, Evolução e Manutenção de Software).

Coordenador: Marco Tulio Valente (mtov@dcc.ufmg.br)
Mais informações em https://vem2018.github.io

WESB (Workshop de Engenharia de Software baseada em busca)

Coordenadores: Maria Cláudia Figueiredo Pereira Emer (mcemer@utfpr.edu.br) e Wesley Klewerton Guez Assunção (wesleyk@utfpr.edu.br)
Mais informações em http://wesb2018.dainf.ct.utfpr.edu.br/index.html

Informações Gerais

A definição dos workshops que farão parte do CBSoft 2018 será realizada pela análise das propostas submetidas em resposta a essa chamada. As propostas de workshops submetidas à organização do CBSoft serão avaliadas considerando:

1 - Relevância e interesse do tema do workshop;
2 - Currículo do coordenador do workshop;
3 - Comitê de programa;
4 - Análise das edições anteriores, se for o caso.

Cada workshop pode ocupar meio dia (3 horas) ou um dia (6 horas). A data na qual ocorrerão os workshops será 17/09/2018 (segunda-feira).

IMPORTANTE: Os anais dos workshops farão parte dos anais do CBSoft e deverão ser preparados conjuntamente pelos coordenadores dos workshop e pela organização do CBSoft. Observe a data limite para envio dos artigos aceitos para a comissão organizadora do CBSoft.

Instruções de Submissão

As propostas de workshop devem ser preenchidas por meio do seguinte link: https://goo.gl/forms/iEbV8DmYyzIdRhtl2

As propostas devem conter exatamente as seguintes informações (em Português ou Inglês):

  • 1) Nome do workshop;

  • 2) Duração (3 ou 6 horas);

  • 3) Descrição do tema principal do workshop, justificando sua relevância;

  • 4) Histórico do workshop (se mais de uma edição), incluindo número de participantes, número de submissões e taxa de aceitação;

  • 5) Formato do workshop, tópicos de interesse, critérios de aceitação de trabalhos e forma de apresentação;

  • 6) Palestrantes convidados;

  • 7) Público esperado, incluindo número máximo de participantes;

  • 8) Comitê de programa;

  • 9) Apoio e material requisitado à organização local do CBSoft;

  • 10) Nome, informação de contato e currículo do coordenador do workshop. Caso o coordenador seja brasileiro, apenas o link para o currículo Lattes deve ser incluído. No caso de coordenadores estrangeiros um currículo resumido deve ser submetido.


Datas Importantes

- Prazo de submissão: 15 de Abril de 2018.
- Notificação aos proponentes: 22 de Abril de 2018.
- Envio dos artigos à coordenação geral: 30 de Julho de 2018.

Organização

Comitê de Programa
Edson Oliveira (UEM)
Fabio Mascarenhas (UFRJ)
Fernando Trinta (UFC)
Kecia Ferreira (CEFET-MG)
Tayana Conte (UFAM)

Contato
Dúvidas e pedidos de informação devem ser encaminhados para a Coordenadora de Workshops, Profª. Kecia Marques - CEFET-MG, via e- mail kecia@decom.cefetmg.br

Sessão de Ferramentas

A Sessão de Ferramentas é um evento integrante do IX Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft 2018), que agrega quatro tradicionais e bem estabelecidos simpósios:

[SBES 2018] XXXII Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software
[SBLP 2018] XXII Simpósio Brasileiro de Linguagens de Programação
[SBCARS 2018] XII Simpósio Brasileiro de Componentes, Arquiteturas e Reutilização de Software
[SAST 2018] III Simpósio Brasileiro de Teste de Software Sistemático e Automatizado

A Sessão de Ferramentas foi promovida tradicionalmente ao longo de vários anos como um dos eventos integrantes do SBES e do SBCARS. A partir do CBSoft 2010, houve pela primeira vez uma única Sessão de Ferramentas, agregando contribuições de pesquisadores e profissionais de todas comunidades vinculadas ao CBSoft.

O objetivo da Sessão de Ferramentas é proporcionar um fórum para apresentação e demonstração de soluções automatizadas que apoiam o processo de desenvolvimento e gerenciamento de software em suas mais diversas necessidades e manifestações. O público-alvo inclui membros da comunidade acadêmica e da indústria. Os acadêmicos podem apresentar os resultados de seus projetos de pesquisa aplicados nas seguintes áreas: Engenharia de Software; Linguagens de Programação; Componentes, Arquiteturas e Reutilização de Software; e Teste de Software. Profissionais da indústria são também bem vindos para apresentar ferramentas comerciais ou de uso interno que tragam ganhos significativos de produtividade e/ou qualidade para atividades do processos de desenvolvimento de software.

Os autores de trabalho da Sessão de Ferramentas terão a oportunidade de apresentar e divulgar suas ferramentas para os participantes do SBES, SBLP, SBCARS, SAST, e dos diversos workshops integrantes do CBSoft (e.g., VEM). A Sessão de Ferramentas consiste em uma exposição teórica e uma prática da ferramenta.

TÓPICOS DE INTERESSE

Os autores estão convidados a submeter trabalhos descrevendo soluções automatizadas para os mais diversos aspectos e necessidades relacionados com os temas discutidos nos 4 simpósios do CBSoft 2018: SBES, SBLP, SBCARS e SAST.

Uma lista não-exaustiva de tópicos de interesse da Sessão de Ferramentas inclui (em ordem alfabética):
- Ambientes de suporte e compiladores de Linguagens de Programação
- Arquiteturas de Software
- Desenvolvimento de software orientado a objetos e a aspectos
- Desenvolvimento Dirigido por Modelos
- Desenvolvimento Distribuído de Software
- Engenharia de Linhas de Produto de Software
- Engenharia de Requisitos
- Engenharia de Software Experimental
- Gerência de Configuração
- Manutenção, Reengenharia e Refatoração de Software
- Métricas e Medições em Engenharia de Software
- Processos de Software
- Reutilização de Software
- Verificação, Validação e Testes de Software

DATAS IMPORTANTES

- Submissão de artigos: 27 de maio, 2018 04 de junho, 2018
- Notificação do autor: 15 de julho, 2018
- Versão final: 29 de julho, 2018

INSTRUÇÕES PARA A SUBMISSÃO

A submissão envolve um *artigo e um vídeo curtos* sobre a ferramenta, de acordo com as diretrizes a seguir:

  • 1) O artigo deve ser original, não podendo ter sido submetido simultaneamente a outros eventos científicos ou periódicos, nem publicado em outro veículo. O conteúdo do artigo deverá abordar, pelo menos, e de forma clara, os seguintes pontos:
    • a) Descrição e motivação do problema abordado pela ferramenta.
    • b) Descrição das principais funcionalidades e dos potenciais usuários da ferramenta.
    • c) Exemplo de uso, possivelmente com um estudo de caso e telas que ilustram a interface da ferramenta (quando aplicável).
    • d) Arquitetura da ferramenta com enfoque em seus principais componentes de software e nas interfaces entre eles.
    • e) Breve comparação com outras ferramentas relacionadas existentes.
    • f) O tipo de licença (se houver).
  • 2) Os artigos poderão ser escritos em português ou inglês. Artigos redigidos em português devem também incluir o resumo em inglês, de acordo com o template informado a seguir. Não devem exceder ***6 (seis) páginas***, incluindo todas as figuras, referências e apêndices, e devem ser submetidos em arquivo do tipo PDF. Solicitamos aos autores que as figuras sejam geradas com boa qualidade. O formato da SBC para publicação de artigos deve ser seguido: http://goo.gl/bGc1bh. IMPORTANTE: artigos que não seguirem as instruções aqui apresentadas serão rejeitados sem passarem pelo processo de avaliação.

  • 3) Os vídeos possuem o objetivo de demonstrar o uso da ferramenta, chamando a atenção dos avaliadores para as principais contribuições que ela oferece. Sugere-se que os vídeos sigam as seguintes diretrizes:
    • a) O vídeo deve ser disponibilizado no youtube.com e deve ter ***duração entre 3 e 5 minutos***.
    • b) O link para o vídeo da ferramenta deve ser colocado logo abaixo do abstract do artigo.
    • c) Deve haver um locutor apresentando a ferramenta. A fala pode ser em português ou inglês.
    • d) Deve haver uma breve introdução, dando uma visão geral da ferramenta e de seus objetivos.
    • e) Devem ser apresentadas, se aplicável, todas as funcionalidades da ferramenta.
    • f) Devem ser mostradas as saídas que a ferramenta produz, com enfoque na qualidade dos resultados.
    • g) Dependendo da ferramenta, pode ser interessante usar um exemplo ou estudo de caso de aplicação da mesma.


INFORMAÇÕES GERAIS

- A aceitação de um artigo implica que pelo menos um autor se inscreverá no CBSoft para apresentá-lo.
- O site que deve ser usado para submissão do artigo é o JEMS/SBC: https://submissoes.sbc.org.br/
- Seguindo o modelo de anos anteriores, serão premiadas as três melhores ferramentas.

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR

A Sessão de Ferramentas é tradicionalmente realizada em dois dias:

1o dia: os autores farão apresentações orais das ferramentas (apresentação teórica).
2o dia: os autores terão um espaço para realizar a demonstração das ferramentas aos interessados (demonstração prática). Note-se que a demonstração prática consiste em realmente exibir a ferramenta funcionando. O vídeo elaborado para a submissão não deve ser usado nessa demonstração. Tanto a apresentação teórica quanto a prática são obrigatórias para todas as ferramentas aceitas. O formato e o tempo de cada apresentação serão divulgados posteriormente.

Organização

COORDENAÇÃO DA SESSÃO DE FERRAMENTAS
Ricardo Terra - DCC/UFLA

COMITÊ DE PROGRAMA
Adenilso Simão - ICMC/USP
Alberto Costa Neto - UFS
Alexandre Mota - UFPE
Anamaria Martins Moreira - UFRJ
Arilo Dias Neto - UFAM
Auri Vincenzi - UFSCar
Bruno Costa - UFRJ
Cecília Rubira - UNICAMP
Cláudio Sant'Anna - UFBA
Daniel Lucrédio - UFSCar
Delano Beder - UFSCar
Eduardo Figueiredo - UFMG
Eduardo Guerra - INPE
Elder José Reioli Cirilo - UFSJ
Elisa Huzita - UEM
Franklin Ramalho - UFCG
Glauco Carneiro - UNIFACS
Gledson Elias - UFPB
Henrique Rocha - INRIA
Ingrid Nunes - UFRGS
João Arthur Brunet Monteiro - UFCG
Juliana Saraiva - UFPB
Kécia Ferreira - CEFET/MG
Lincoln Rocha - UFC
Luis Ferreira Pires - University of Twente
Marco Tulio Valente - UFMG
Maria Augusta Vieira Nelson - PUC/MG
Maria Istela Cagnin - UFMS
Martin Musicante - UFRN
Márcio Cornélio - UFPE
Patricia Machado - UFCG
Paulo Maciel - UFPE
Paulo Maia - UFC
Paulo Pires - UFRJ
Pedro Santos Neto - UFPI
Raphael S. Durelli - UFLA
Renato Novais - IFBA
Ricardo Massa Lima - UFPE
Rita Suzana Pitangueira Maciel - UFBA
Rohit Gheyi - UFCG
Rosângela Penteado - UFScar
Sandra Fabbri - UFSCar
Tiago Massoni - UFCG
Uirá Kulesza - UFRN
Valter Camargo - UFSCar
Vania Neris - UFSCar

VIII Workshop de Teses e Dissertações do CBSoft (WTDSoft 2018)

CONTEXTO E OBJETIVO

O VIII Workshop de Teses e Dissertações do CBSoft (WTDSoft 2018) é um evento permanente associado ao Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft), dedicado à apresentação e à discussão de trabalhos de mestrado e doutorado em andamento nas áreas de Engenharia de Software, Linguagens de Programação e Teste de Software. O CBSoft 2018 será realizado em São Carlos – SP (horário de Brasília), de 17 a 21 de setembro de 2018.

HISTÓRICO

O CBSoft foi criado em 2010, com o objetivo de integrar importantes eventos científicos brasileiros, a saber: Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software (SBES), Simpósio Brasileiro de Linguagens de Programação (SBLP), Simpósio Brasileiro de Componentes, Arquiteturas e Reutilização de Software (SBCARS) e Simpósio Brasileiro de Teste de Software Sistemático e Automatizado (SAST).
O WTDSoft tem sua origem no Workshop de Teses e Dissertações em Engenharia de Software (WTES), evento integrante do SBES de 1996 a 2010. O WTDSoft busca promover a integração das comunidades do SBES, SBLP, SBCARS e SAST, de modo a propiciar um ambiente construtivo para discussões entre estudantes com trabalhos em andamento e pesquisadores nas áreas de Engenharia de Software e Linguagens de Programação.

ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO

São elegíveis para submissão trabalhos de mestrado ou doutorado, preferencialmente:
- Trabalhos de doutorado com proposta definida (não necessariamente aprovada)
- Trabalhos de mestrado com proposta aprovada (desejável, mas não obrigatório) e prazo previsto de conclusão posterior a dezembro de 2018
- Trabalhos que não tenham sido aceitos ou apresentados em outros workshops de teses e dissertações.

Os trabalhos serão avaliados e selecionados pelo comitê de programa do evento. Cada trabalho receberá um parecer do comitê com questionamentos e sugestões sobre o seu conteúdo. Esses comentários deverão ser utilizados pelo autor na preparação da versão final do artigo. Os trabalhos selecionados serão apresentados e discutidos durante o WTDSoft, com membros do comitê de programa e pesquisadores convidados. A aceitação do trabalho implica a inscrição do autor no WTDSoft (para se inscrever no WTDSoft, é necessária e suficiente inscrição no CBSoft) e a sua presença para a apresentação do trabalho. A apresentação poderá ser feita em português ou em inglês. Entende-se que o autor é o aluno de pós-graduação responsável pelo desenvolvimento da tese ou dissertação de mestrado.

INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO

O formato do artigo deverá seguir o modelo da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), em tamanho A4, contendo folha de rosto e até 06 páginas de conteúdo para trabalhos de mestrado e 08 páginas de conteúdo para trabalhos de doutorado (totalizando, respectivamente, 07 e 09 páginas). Descrições Word e Latex deste modelo podem ser obtidas no portal da SBC, seguindo a referência para Eventos e Modelo para publicação de artigos (https://tinyurl.com/h24v37f).
Todos os artigos devem ser escritos em português ou inglês e submetidos pelo JEMS ( https://submissoes.sbc.org.br/). A versão final dos artigos aceitos deverá conter uma carta ou mensagem informal do orientador dando ciência e concordância com a submissão. O número páginas informado no JEMS refere-se somente a páginas de conteúdo, sem contar folha de rosto ou carta de concordância.

Os trabalhos devem conter uma folha de rosto em que constam exclusivamente:
- Título do trabalho
- Nome do aluno
- Nome do(s) orientador(es)
- Nível (mestrado ou doutorado)
- Programa de pós-graduação
- Email de contato do aluno
- Email de contato do(s) orientador(es)
- Ano de ingresso no programa
- Época prevista de conclusão
- Data da aprovação da proposta de tese/dissertação (qualificação)
- Resumo em português ou em inglês
- Palavras-chave
- Sigla(s) do(s) evento(s) do CBSoft relacionado(s)(SBES, SBCARS, SBLP, SAST).

O conteúdo do trabalho deve iniciar na segunda página e deve ser descrito de forma clara e objetiva, incluindo:
- Caracterização do Problema
- Fundamentação Teórica
- Contribuições
- Estado Atual do Trabalho
- Descrição e Avaliação dos Resultados
- Comparação com Trabalhos Relacionados

DATAS IMPORTANTES

Submissão de Artigos: 25/Maio/2018 08/junho/2018 até as 23h59min (horário de Brasília)
Notificação de Aceitação: 6/Julho/2018 13/Julho/2018
Envio de Versão Final: 18/Julho/2018 25/Julho/2018 até as 23h59min (horário de Brasília)

Comitê de programa

Adolfo Neto - UTFPR
Adriano Albuquerque - UNIFOR
Aline Vasconcelos -IFF
Ana Regina Rocha - COPPE/UFRJ
Andre Endo - UTFPR
André Hora - UFMS
Anna Beatriz Marques - UFC
Breno França - UNICAMP
Carina Alves - UFPE
Cecilia Rubira - UNICAMP
Christina Chavez - UFBA
Claudio Sant'Anna - UFBA
Davi Viana - UFMA
Edson OliveiraJr - UEM
Eduardo Figueiredo - UFMG
Eduardo Guerra - INPE
Eldânae Nogueira Teixeira - COPPE/UFRJ
Elias Canhadas Genvigir - UTFPR
Elisa Huzita - UEM
Elisa Nakagawa - ICMC/USP
Emanuel Coutinho - UFC
Everton Cavalcante - UFRN
Fernando Figueira Filho - UFRN
Flavio Horita - UFABC
Francisco Airton Silva - UFPI
Francisco Vasconcellos - UFMS
Gleison Santos - UNIRIO
Gustavo Pinto - UFPA
Heitor Costa - UFLA
Igor Wiese - UTFPR
Itana Gimenes - UEM
João Arthur Brunet Monteiro - UFCG
José Maldonado - ICMC/USP
José Maria David - UFJF
Leopoldo Teixeira - UFPE
Lucas Cordeiro - Universidade de Manchester - Reino Unido
Luis Rivero - UFAM
Marcelle Mota - UFPA
Marcelo de Almeida Maia - UFU
Marcelo Serrano Zanetti - UFSM
Márcio Barros - UNIRIO
Marco Tulio Valente - UFMG
Maria Claudia Emer - UTFPR
Monalessa Perini Barcellos - UFES
Natasha Valentim - UFPR
Paulo Meirelles - UnB
Regina Braga - UFJF
Roberta Coelho - UFRN
Rodrigo Bonifacio - UnB
Rodrigo Santos - UNIRIO
Sabrina Marczak - PUCRS
Sandro Bezerra Oliveira - UFPA
Simone Souza - ICMC/USP
Simone Vasconcelos - IFF
Tayana Conte - UFAM
Thelma Colanzi - UEM
Uirá Kulesza - UFRN
Valdemar Graciano Neto - UFG
Vânia Neves - UFJF
Vanilson Burégio - UFRPE
Waldemar Ferreira - UFCG

ORGANIZAÇÃO

André Takeshi Endo (UTFPR)
Rodrigo Pereira dos Santos (UNIRIO)

Edições Anteriores

CBSOFT 2010

Salvador, Bahia.

CBSOFT 2011

São Paulo, SP

CBSOFT 2012

Natal, RN

CBSOFT 2013

Brasília, DF

CBSOFT 2014

Maceió, Alagoas

CBSOFT 2015

Belo Horizonte, MG

CBSOFT 2016

Maringá, Paraná

CBSOFT 2017

Fortaleza, Ceará